Centro Espírita Amor a Jesus

R. Cap.José Neves Bicudo, 274 - Jacareí - São Paulo - BR

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home FAQ Espírita D) Como e quando surgiu a religião espírita?

D) Como e quando surgiu a religião espírita?

E-mail

Antes de responder esta pergunta, cabe aqui um esclarecimento a fim de aumentar a clareza de nossa resposta.

O Espiritismo é mais que uma religião. É um doutrina que possui três aspectos: filosófico, científico e religioso. Por isso é comum o termo Doutrina Espírita.

A Doutrina Espírita surgiu após o trabalho de codificação, ou seja, da reunião dos seus princípios básicos, formando assim, uma base teórica sólida, trabalho este feito por Allan Kardec.

Allan Kardec era o pseudônimo de Denizard Hippolyte-Léon Rivail, pedagogo renomado na França, professor e autor de diversos livros em diversas matérias, como gramática francesa, matemática, educação, etc., e membro de diversas sociedades científicas. Em 1850, o professor Rivail ouviu falar pela primeira vez nos chamados fenômenos das mesas girantes. Tratava-se de reuniões, onde as pessoas sentadas à volta de mesas, diziam obter comunicações com os mortos através do movimento e batidas dessas mesas. Como estava estudando um assunto de interesse da medicina da época, o magnetismo animal, Rivail foi convidado por amigos para assistir uma dessas reuniões. Ele hesitou, por parecer algo totalmente destituído de lógica, mas resolveu verificar do que se tratava. Ao participar de tais reuniões, que eram um modismo da alta sociedade francesa da época, o professor percebeu que havia algo além daquilo que as pessoas viam por trás do fenômeno. Decidiu investigá-los, usando seus conhecimentos de metodologia científica, e verificar o que era mentira e verdade entre tais fatos. Entrevistou aqueles que davam as mensagens, os chamados Espíritos. Pesquisou métodos de trabalho, reuniu comunicações de diversas partes do mundo, compilou os resultados, organizou-os e publicou em 18 de abril de 1857, O Livro dos Espíritos, a primeira obra da codificação espírita. Nesta época então, já tinha adotado o pseudônimo de Allan Kardec, que era o nome de uma de suas encarnações anteriores.

Fundou também a Sociedade Espírita de Paris, sendo a principal agremiação espírita do movimento nascente. Mais tarde, publicou diversos livros sobre Espiritismo, sendo os principais, "O Livro dos Médiuns", "O Evangelho Segundo o Espiritismo", "A Gênese" e "O Céu e o Inferno". Assim nasceu a Doutrina Espírita e o seu movimento de estudo e divulgação.

É muito comum as pessoas chamarem este movimento de Kardecismo. Porém, diferentemente de outras correntes religiosas e filosóficas, a Doutrina Espírita não vem das opiniões pessoais de seu principal articulador, nem nasceu a partir de tradições e, sim, dos próprios Espíritos, como o resultado da pesquisa e trabalho conjuntos, coordenados por Kardec. Quando da Codificação da Doutrina Espírita, Kardec sentiu a necessidade de criar um termo que definisse a nova doutrina e a diferenciasse das diversas crenças espiritualistas. Para tanto, criou o termo espírita ou espiritista, para que ficasse bem clara a diferença. Portanto, o termo Kardecismo não expressa fielmente o significado da Doutrina Espírita, tendo em vista que ela é dos Espíritos e não de Kardec, que foi o seu codificador.

A fonte principal que narra o nascimento do Espiritismo, poderá ser encontrada no livro do próprio Kardec, "O Que é o Espiritismo", no capítulo Biografia de Allan Kardec. Para obter dados mais profundos sobre o tema, recomendamos a leitura do livro "História do Espiritismo", de Arthur Conan Doyle e do trabalho em três volumes "Allan Kardec - Meticulosa Pesquisa Bibliográfica", de Zêus Wantuil e Francisco Thiesen.


Frases e Pensamentos de Allan Kardec


"Reconhece-se o verdadeiro espírita por sua transformação moral e pelos esforços que faz para dominar as más inclinações" - Allan Kardec


“Com o Espiritismo, a humanidade deve entrar numa nova fase, a do progresso moral, que é sua consequência inevitável.” - Allan Kardec


“A educação, se bem compreendida é a chave do progresso moral.” - Allan Kardec


“A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros.” - Allan Kardec


"O homem é assim o árbitro constante de sua própria sorte. Ele pode aliviar o seu suplício ou prolongá-lo indefinidamente. Sua felicidade ou sua desgraça dependem da sua vontade de fazer o bem.” - Allan Kardec


“Sede pacientes; a paciência também é uma caridade, e deveis praticar a lei de caridade ensinada pelo Cristo, enviado de Deus.” - Allan Kardec


“Não podendo amar a Deus sem praticar a caridade para com o próximo, todos os deveres do homem se resumem nesta máxima: FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO.”  - Allan Kardec


“Não façais aos outros o que não quereríeis que vos fosse feito, mas fazei-lhe, ao contrário, todo o bem que está em vosso poder fazer-lhe.” - Allan Kardec


"O sinal mais característico da imperfeição do homem, é o seu interesse pessoal.” - Allan Kardec


"O egoísmo é a fonte de todos os vícios, como a caridade é a fonte de todas as virtudes.” - Allan Kardec


“A felicidade depende das qualidades próprias do indivíduo e não do estado material do meio em que se  encontra.” - Allan Kardec


“A pureza de coração é inseparável da simplicidade e da humildade.” - Allan Kardec


“O amor é de essência divina e todos vós, do primeiro ao último, tendes, no fundo do coração, a centelha desse fogo sagrado.” - Allan Kardec


"Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.”- Allan Kardec


“Sejam quais forem os prodígios realizados pela inteligência humana, esta inteligência tem também uma causa primária. É a inteligência superior a causa primária de todas as coisas, qualquer que seja o nome pelo qual o homem a designe.” - Allan Kardec


“Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na razão da grandeza do efeito.” - Allan Kardec


“Os espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos Espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo.” - Allan Kardec


“O Universo é a criação suprema de Deus. Abrangem todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.” - Allan Kardec


“É um costume existente somente nos mundos imperfeitos. Onde busca-se, para quase tudo, atacar os efeitos e, quase nunca, às causas.” - Allan Kardec


“Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.” - Allan Kardec


 

 

 

Visitantes Online

Nós temos 5 visitantes online

Pensamento do Mês
- Julho/15 -

"Quando praticamos a caridade, quando atendemos o pobre, quando participamos de uma obra social, quando oramos por alguém, quando damos uma contribuição em favor de uma obra filantrópica, quando dizemos palavras de entendimento, estamos emitindo luz, e como diz o velho ditado: aquele que acende uma luz é o primeiro a ser iluminado."

Richard Simonetti

PALESTRAS PÚBLICAS
AOS SÁBADOS E DOMINGOS
NO CEAJ JACAREÍ

Saiba mais...

EVANGELHO NO LAR
E NO CORAÇÃO

FAÇA E ENSINE A FAZER
Saiba como...
Material da FEB
Retire aqui


A primeira webtv
espírita do mundo
Assista aqui

Programa Transição - REDE TV

Assista aqui


Home FAQ Espírita D) Como e quando surgiu a religião espírita?

"Às vezes, naquele minuto de oração deixamos de tomar uma atitude precipitada, de proferir uma palavra agressiva, de permitir que a cólera nos induza a qualquer atitude infeliz..."  (Chico Xavier)